Lourinha Bombril Letra

Uma música que foi hit nos anos 90, voltou a fazer sucesso entre os jovens: trata-se de “Lourinha Bombril”, lançada em 1996, que foi um dos maiores sucessos do grupo Paralamas do Sucesso.

Lourinha Bombril LetraRegravada pela banda de ska Bangalafumenga, desde 2010 é a música de abertura da novelinha adolescente “Malhação”, da Rede Globo, exibida no horário das 17h00, que está no ar desde 1995.

A regravação tratou de preservar o balanço do ritmo da música original, dando uma repaginação mais moderna. Com isso, a música caiu no gosto de uma nova geração de jovens, na maioria das vezes sobrinhos e filhos dos jovens que curtiram a música original lançada pelos Paralamas do Sucesso que integra o álbum “Nove Luas”, que vendeu mais de 600 mil cópias.

Além do ritmo que não deixa ninguém parado, a letra de “Lourinha Bombril” é muito apreciada por fazer uma alusão à miscigenação brasileira, pois fala das mulheres brasileiras, que têm características físicas de todas as mulheres do mundo, mas compõem um visual único, que é a cara do Brasil, país com população das mais diversas raças.

Onde encontro a letra completa da Lourinha Bombril

A letra na íntegra de “Lourinha Bombril” pode ser obtida em diversos sites, como o http://letras.mus.br/os-paralamas-do-sucesso/30130/  . Também estão disponíveis partituras para quem tem domínio em algum instrumento tocá-la em casa: http://www.vagalume.com.br/paralamas-do-sucesso/lourinha-bombril-cifrada.html

A música “Lourinha Bombril” foi regravada em 2010 pela banda de ska Bangalafumenga com o objetivo de ser a música de abertura da 18ª temporada da novela “Malhação”, que foi exibida ente 23 de agosto de 2010 a 26 de agosto de 2011, escrita por Emanuel Jacobina, que teve a direção de Leonardo Nogueira e contou com elenco formado por Daniela Carvalho, Bruno Gissoni, Maria Pinna, Ana Terra, Luiza Casé, Ivan Mendes, Ariela Massoti, entre outros.

Surgida em 1998, a banda Bangalafumenga tornou-se consagrada por promover fusões de ritmos em suas músicas, como o funk e o samba. Formada por Dudu Fuentes (percussão), André Moreno (percussão), Igor Araújo (baixo), Thiago di Sábatto (guitarra) e Rodrigo Maranhão (cavaquinho e voz), a banda teve três álbuns em estúdio gravados: Bangalafumenga, no ano de 2001; Vira-lata, em 2004 e Barraco Dourado em 2009.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *