Água Potável: Tratamento, Benéficios

Uma alimentação saudável recomenda o uso de água potável, assim chamada por possuir características físicas, químicas, energéticas e bacteriológicas que a tornam adequada ao consumo.

Água potável: Tratamento, Benéficios

São as características da água pura de nascente, quando a nascente se localiza longe de lugares habitados.

A água de toneira das grandes cidades aproxima-se bastante dessa quantidade, principalmente no tocante à presença de germes patogênicos, mas apresenta algumas carências. Por ter sido retirada de rios ou represas muito contaminados por esgotos, resíduos industriais e poluentes atmosféricos, contém grande quantidade de produtos químicos prejudiciais à saúde e muito pouco oxigênio. O tratamento, a que é submetida para que se torne potável, elimina esses mas lhe adiciona outros produtos danosos (principalmente para o sabor), como cloro e sulfato de alumínio. Finalmente,por permanecer muito tempo parada em caixas e reservatórios, perde ainda mais oxigênio livre.

No Brasil, para torná-la mais agradável ao paladar e aumentar o grau de desinfecção, é costume não beber a água de torneira sem antes fazê-la passar por um filtro.

Os filtros comuns retiram apenas terra e partículas grandes, mas não eliminam o cloro, o alumínio e as bactérias, nem repõem o oxigênio livre. Para isso é necessário usar filtros de carvão, que limpam bem melhor (retiram cerca de 80% de cloro, alumínio e bactérias) e repõem oxigênio em níveis razoáveis. Os recipientes revestidos com sais de prata (os “filtros” pintados internamente de cinza-escuro) têm alguma ação contra as bactérias,mas não se pode confino resultado.

A fervura mata as bactérias e remove os produtos nocivos, mas retira quase todo o oxigeno livre que pode ser recolocado parcialmente derramando água de um recipiente para outro várias vezes.

Pingar cloro, permanganato ou outro desinfetante também da resultado para eliminar as bactérias,mas é difícil para um leigo estabelecer a quantidade certa. Em geral, são suficientes duas gotas de hipoclorito de sódio a 10% (produtos tipo “Milton”)por cada litro de água.

Há também os filtros de ozônio. A ozonização (tratamento com gás ozônio) tem boa ação oxidante e bactericida, mas o habito de tomar água ozonizada pode provocar, com o passar do tempo, distúrbios gástricos como gastrites e ulceras estomacais. Para reduzir essa possibilidade, é sempre conveniente deixar a água repousar alguns minutos antes de bebê-la.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *